carregando...
COMDEUS | Comunidade Maria Mãe de Deus
 
Reflexão 4º Domingo da Páscoa Ano B - 2015

alt“Vede que grande presente de amor o Pai nos deu:de sermos chamados filhos de Deus!”. Irmãos e irmãs, celebrar a Páscoa é rejubilar neste presente de Deus Pai. Perdemos esta filiação com o pecado de nossos primeiros pais e agora Jesus recupera para nós, nos fazendo filhos adotivos, tudo isso por um amor infinito do Pai que enviou seu Filho para nos resgatar da perdição eterna. Somos as mais felizes das criaturas, nossa alegria e deveria ultrapassar a dos Anjos por que Deus usou de misericórdia para conosco e manifestou a grandeza de seu amor em nos dar seu Único Filho para a nossa salvação. Por isso que o Apóstolo Pedro diz: “Em nenhum outro há salvação, pois não existe debaixo do céu outro nome dado aos homens pelo qual possamos ser salvos”. Aleluia! Rejubile de alegria, exulte seu coração. O Pai escolheu você para participar desta alegria e quis se revelar a você para que participasse desta verdade de amor. Fique sabendo que você foi escolhido para receber esta salvação e foi o Pai que te escolheu e Ele fez isso somente porque quis.“Ninguém pode vir a mim,se o Pai que me enviou não o atrai. E eu o ressuscitarei no último dia”. (Jo 6,44). Duas grandes garantias: Fomos escolhidos pelo Pai e ressuscitaremos em Cristo no último dia. É felicidade ou não?!

Leia mais...
 
Reflexão 3º Domingo da Páscoa Ano B - 2015
alt

Vem Senhor Ressuscitado e nos converta... 

Estamos no Tempo Pascal e com esse tempo refletimos sobre o evento da Ressurreição de Jesus e sua relação com a comunidade nascente que, impulsionado pelo Espírito Santo inicia o anúncio do Ressuscitado levando o povo à conversão com prodígios e milagres. Agora são os Apóstolos os realizadores dos prodígios com uma grande diferença: Jesus realizava em seu nome e os Apóstolos realizam em nome do Senhor Jesus.

Uma palavra em grego que define bem as realizações dos Apóstolos é “Paresia”, esta significa: Ousadia, audácia, destemor, força, poder, enfim os Apóstolos não tinham mais medo dos chefes do Judaísmo e das autoridades Romanas. Pregavam com autoridade e faziam milagres que comprovavam suas pregações e o nome de Jesus ia transformando os corações e os que acreditavam no Senhor só cresciam. Pedro cheio do Espírito Santo diz com audácia: eu sei que vós agistes por ignorância, assim como vossos chefes”, e os chama a conversão. É a Igreja nascente com a força do Espírito Santo. Puxa!

Leia mais...
 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

Página 1 de 58
Banner
Banner