COMDEUS | Comunidade Maria Mãe de Deus
 
Reflexão 8º Domingo do Tempo Comum - Ano A - 2017
alt

“Se ela se esquecer, eu, porém, não me esquecerei de ti”. Temos um Deus apaixonado, um amor tão grande que se torna incompreensível, mas real e verdadeiro, pois podemos experimentá-lo, sentir e degustar este amor cheio de misericórdia que vem em socorro de nossa fraqueza (Rm 8,26). Esse amor nem sempre é correspondido, muitas vezes esquecemo-nos de quem é Deus e o que Ele pode, quer e está realizando em nossas vidas e buscamos nos escorar nas coisas do mundo buscando soluções, socorro, esperança naquilo que o mundo pode nos dar. O resultado é simples – ficamos decepcionados – mas muitas vezes entramos num emaranhado de situações que nossa vida se torna um caos. E pior, a vida passa e não nos atemos que estamos do lado errado da vida e quando descobrimos o folego apagou.

Leia mais...
 
Reflexão 7º Domingo do Tempo Comum - Ano A - 2017
alt

 “Sede santos, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo”. A santidade, no conceito de muitas pessoas, é uma aquisição de poder que torna a pessoa um super-homem capaz de fazer prodígios no meio do povo. Certamente que somos chamados à santidade, Deus quer que sejamos santos, mas muito diferente de aquisição de poder é participação naquele que é santo. Só Deus é santo. Ser santo é mergulhar no coração de Deus para que Ele possa ser tudo em nós. Isso requer comunhão, presença, vida vivida, entrelaçada ao ponto de não poder saber onde começa um e onde termina outro. É a participação no Corpo de Cristo.

Quando São Paulo nos fala “Já não sou eu quem vivo é Cristo que vive em mim” (Gl 2,20), temos a noção da vida de santidade. Vida de santidade é abandono, renuncia despojamento, entrega radical. Infelizmente nem todos estão dispostos a isso. É uma pena, pois este mundo passa...

Leia mais...
 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

Página 6 de 100